Sites: páginas institucionais de empresas que, com a popularização das redes sociais, estão cada vez mais sendo deixadas de lado. Mas será que investir APENAS em Facebook e Instagram é uma ideia prudente?

Sites são como uma vitrine exposta em um local de grande circulação, como a internet. Você só precisa tomar algumas atitudes para chamar atenção e fazer com que as pessoas olhem para ela. Confira a seguir 10 motivos para a sua empresa manter um website no ar e atualizado.

Websites

1. CONFIANÇA

Embora muitas pessoas hoje em dia pesquisem sobre uma empresa no Facebook, antes de fechar um negócio, elas tendem a procurar um site daquela companhia.

Isso acontece porque o site passa uma maior seriedade daquela empresa. Mostra que ela foi construída com planejamento e é bem estruturada.

2. GOOGLE

Sem dúvidas uma das maiores fontes de divulgação de uma marca é através do ranking de resultados de busca no Google.

Apesar de também mostrar páginas de redes sociais, o Google possui um algoritmo bem criterioso quanto ao conteúdo do link, preferindo assim jogar para as primeiras páginas resultados de sites.

3. DOMÍNIO

Para criar um site é necessário efetuar a compra do domínio desejado, com o nome referente à sua empresa.

Esse quesito permite a criação de um e-mail corporativo personalizado correto e é super importante, afinal que cliente levaria à sério um endereço “@gmail.com”?

Além de facilitar o envio de e-mails marketing para seu mailling.

Websites

4. SEO

Apenas com um site é possível traçar estratégias pagas para sua marca aparecer no Google.

Seja através de banners, Adwords ou vídeos no Youtube, os links devem ser redirecionados para um site.

O SEO permite uma maior visibilidade da sua marca para quem está interessado no seu segmento, vale o investimento!

5. LANDING PAGES

Outra estratégia de marketing online bastante interessante que necessita a criação de um site são as landing pages.

Elas permitem a segmentação do público, oferecendo um ou mais serviços da sua empresa. Ou seja, são pensadas para a conversão de usuários que buscam sobre algum determinado serviço.

6. BLOGS

Os blogs são extremamente usados hoje em dia para divulgar um conteúdo mais extenso e elaborado sobre assuntos relacionados à empresa.

Apesar de não necessitarem obrigatoriamente de um site atrelado, essa tática ajuda a engajar o público-alvo e faz com que o site apareça cada vez melhor no ranking do Google.

Websites

7. CONTEÚDO

E, por último, mas não menos importante, com um site você consegue divulgar todos os pontos importantes da sua marca: história, contato, novidades, produtos, etc.

A diferença para as redes sociais é que esses conteúdos não somem, ou seja, não são afundados por outras postagens. Eles estarão sempre ali, solucionando as dúvidas dos seus clientes.

E se quiser alterar algo é simples: basta substituir as informações e pronto!

A Dívea possui um portfólio extenso de criação de sites para grandes empresas e personalidades.

Dê uma olhadinha também nesse post que fala da diferença entre investir no Facebook e Instagram