Startups são empresas jovens, que solucionam um problema específico e necessitam de extrema inovação. A seguir vamos revelar 10 dicas para você começar sua startup e crescer cada vez mais o seu negócio.

Startups necessitam do dobro de organização, disponibilidade de tempo, esforço e ousadia para correr riscos que empresas comuns. Isto porque elas precisam se adaptar muito rapidamente ao aumento de produção, sem prejudicar sua rentabilidade. Confira algumas dicas e tire sua ideia de vez do papel:

1. Ideia

Pesquise sua ideia, descubra se ela é original ou se já existe e se você tem algum diferencial neste caso. Saiba se seu público-alvo permite expansão dos negócios. Teste a ideia com amigos e familiares, para colher feedbacks. Além disso, reflita se sua ideia é complexa ou fácil de ser executada, abrindo margem para inúmeros concorrentes.

Startups

2. Desenvolvimento

Ao construir sua ideia, planeje-a de modo que possibilite sempre o crescimento do seu serviço e/ou produto. Não faça o lançamento completo, vá distribuindo inovações durante o percurso. Deste modo, você sempre terá benefícios e vantagens para oferecer ao seu consumidor e se sobressairá em seu segmento, e também irá validando o projeto como um todo durante o processo, eliminando custos desnecessários no começo do projeto.

3. Recolha feedbacks

Após o lançamento do seu negócio, ouça seu público e o mercado. Saiba sempre o que eles precisam e o que estão achando de seu serviço. Colha feedbacks e incorpore modificações e melhorias necessárias para corrigir problemas e melhorar soluções.

4. Rentabilidade

Crie um modelo de negócios canvas para entender melhor como sua startup poderá crescer e, assim, você lucrar com ela. Responder esses 9 tópicos é essencial para traçar planos e estratégias:

  • Proposição de valor;
  • Segmentos de clientes;
  • Atividades chave; Parcerias estratégicas;
  • Fontes de receita; Estrutura de custos;
  • Recursos principais;
  • Canais de comunicação e distribuição;
  • Relacionamento com o cliente.
Startups

5. Pensamento global

Se o seu modelo de negócios tem uma solução mundial, não protele a internacionalização para um próximo passo. Comece desde o lançamento a “atacar” o mundo inteiro como seu seu mercado. Isso pode atrair a atenção de investidores, além de muitas outras vantagens.

6. Esteja preparado

Você deve estudar (e muito!) diversas áreas que tangem seu negócio. Não deixe para aprender na prática, pois a chance de erro é muito maior que de acerto. Esteja preparado e saiba o máximo que puder sobre administração, marketing, finanças e, principalmente, sobre o mercado específico que você vai trabalhar.

7. Plano de negócios

Apesar das startups serem altamente inovativas, montar um plano de negócios pode te ajudar a trilhar seus próximos passos e saber como agir em determinadas situações. Porém não se agarre 100% a ele, tenha flexibilidade e o altere sempre que julgar necessário para não cometer erros desnecessários.

8. Contatos

Tenha uma ótima rede de networking, participe de eventos, feiras e até mesmo incubadoras. Opiniões diversas de várias áreas, te ajudarão com novas e ideias e soluções para amadurecer seu plano e torná-lo muito mais seguro.

Startups

9. Investidores

Apesar de vermos muitos casos de investidores irem atrás de startups, isso pode não acontecer com você. Por isso, esteja preparado para entrar em contato com eles, seja por e-mail, site, telefone ou até mesmo em bancos próprios para este objetivo.

10. Atualize-se

Esteja sempre ligado ao seu redor: nos concorrentes, comportamento dos clientes, no setor do seu negócio, etc. Você deve estar atento para fazer qualquer alteração necessária no meio do percurso. Lembre-se que a inovação é a premissa fundamental neste segmento!

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários que entraremos em contato!

Dê uma olhadinha nesse post onde falamos a importância de manter seu site no ar e atualizado.